Executivo
Presidência
Ministério Público
Ministério a Comunicação
Ministério da Cultura
Ministério da Educação
Ministério da Justiça
Ministério da Saúde
Ministério do Trabalho
Ministério do Transporte
Ministério do Turismo
Ministério do Exército
Ministério da Marinha
Ministério da Aeronâutica
Polícia Federal
Receita Federal
Legislativo
Senado
Câmara dos Senadores
Judiciário
Justiça Federal
Supremo Tribunal Federal
Supremo Tribunal de Justiça
Tribunal Superior do Trabalho
3° Poder
Maçonaria
Ordens Honoríficas
UNICEF
UNESCO

ONU
Simbolos e Bandeiras
Galeria de Fotos
Selo Elo Social
depoimentos
Apoios e Parocínios
Doações
Sugestões
Twitter
quinto
superinterdencia
convenios
comendas
cursos
trofeu
fale
comunidade
youtube
Executivo

Ministério Público
Ministério Público
Ministério Público
Ministério Público
Ministério Público
Ministério Público
Ministério da Justiça
Ministério da Saúde
Ministério Público
Ministério Público
Ministério do Turismo
Ministério do Exército
Ministério da Marinha
Ministério da Aeronâutica
Polícia Federal
Ministério Público
Ministério Público
Ministério Público
Ministério Público
Ministério da Justiça
Ministério da Saúde
Ministério Público
Ministério Público
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal Receita Federal Receita Federal

topo_projeto
Ato Deliberativo 002 -OMS Ordem do Meríto do Elo Social

Objetivo

Criada na data de 07 de Setembro de 2002, pela CESB – Confederação do Mérito do Elo Social a OMS - Ordem do Mérito do Elo Social, com o objetivo de integrar todas as classes profissionais no combate permanente da desigualdade social.

Entende a CESB que esta tarefa não pode continuar a ser tratada de forma tão tímida, como vem sendo pelas instituições, como os Conselhos Nacionais de Assistência Social; Psicologia; Medicina; Economia; Administração de Empresas; Contabilidade; Odontologia; Engenharia e Arquitetura, dentre outros, sendo certo que o único a se destacar é o da OAB, Ordem dos Advogados do Brasil como o baluarte das causas sociais e direitos humanos.

Ocorre, porém, que este não é o objetivo primordial da OAB, que como todo órgão de classe, deve primar pela defesa de seus membros e não abraçar sozinha responsabilidades que deveriam estar sendo divididas com os demais órgãos de classe.

O que fez a Ordem dos Advogados, no que tange a fiscalizar e primar pelo bom uso das atribuições de nossos governantes, como também fazê-los respeitar os termos da Constituição Federal, não é exclusividade dela, e sim responsabilidade de todos.

Direito Constitucional é matéria obrigatória em todos os cursos universitários, sendo assim, esta participação apática dos demais órgãos de classe no exercício da cidadania em nosso país, deve acabar.

Se nós devemos e nós podemos, porque não fazemos?

Porque colocar a nossa vida e o destino de nosso país, nas mãos de poucos, se podemos nos unir e, juntos, certamente mais fortes, conquistar um futuro melhor ?

A OMS acabará de vez com este desinteresse por cidadania dos demais órgãos de classe, unindo todos em uma só instituição com objetivo único e sem vaidades, já que a prioridade deve ser um país mais justo e menos desigual.

Por força deste projeto, todos os órgãos de classe devem ser notificados judicialmente a indicarem, se quiserem, no prazo de 15 (quinze) dias, representantes para ocuparem assento na Comissão Nacional que será formada.

Compactuamos com o principio de que, a OAB - Ordem dos Advogados do Brasil - já fez demais sozinha, merece respeito pelo que conquistou, porém somos obrigados a entender que os problemas sociais de ordem geral, fugiram a seu controle, e assim, devem ser encaradas por todas as profissões regulamentadas, não apenas por uma.

Saiba mais a respeito acessando o link abaixo e conhecendo o projeto na integra.

 
 
Movimento Passando o Brasil a Limpo Ouvidoria