Executivo
Presidência
Ministério Público
Ministério a Comunicação
Ministério da Cultura
Ministério da Educação
Ministério da Justiça
Ministério da Saúde
Ministério do Trabalho
Ministério do Transporte
Ministério do Turismo
Ministério do Exército
Ministério da Marinha
Ministério da Aeronâutica
Polícia Federal
Receita Federal
Legislativo
Senado
Câmara dos Senadores
Judiciário
Justiça Federal
Supremo Tribunal Federal
Supremo Tribunal de Justiça
Tribunal Superior do Trabalho
3° Poder
Maçonaria
Ordens Honoríficas
UNICEF
UNESCO

ONU
Simbolos e Bandeiras
Galeria de Fotos
Selo Elo Social
depoimentos
Apoios e Parocínios
Doações
Sugestões
Twitter
poder
super
convenio
comendas
cursos
trofeu
fale
comu
you
Executivo

Ministério Público
Ministério Público
Ministério Público
Ministério Público
Ministério Público
Ministério Público
Ministério da Justiça
Ministério da Saúde
Ministério Público
Ministério Público
Ministério do Turismo
Ministério do Exército
Ministério da Marinha
Ministério da Aeronâutica
Polícia Federal
Ministério Público
Ministério Público
Ministério Público
Ministério Público
Ministério da Justiça
Ministério da Saúde
Ministério Público
Ministério Público
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal Receita Federal Receita Federal

 
Oratória
 
 

Primeiro - Saiba as necessidades de sua platéia,  faça com que o conteúdo de sua fala responda às necessidades de quem lhe ouve. Estude o assunto completamente. Coloque o que você tem a dizer em uma seqüência lógica. Assegure-se de que seu discurso esteja cativando a sua audiência assim como valorize o tempo de quem lhe ouve, seja objetivo - não enrole molde sua fala exatamente no espaço de tempo que terá disponível para evitar correria no final, ou ter que abortar determinados itens que faziam parte da pauta isto e acabaram sendo abortado, isto é muito desagradável, pois dentre os participantes pode ter pessoas que ali estão exatamente para ouvir aquela parte de sua apresentação que foi suprimida por não ter calculado perfeitamente seu tempo.

Inicie a apresentação agradecendo a oportunidade de estar ali passando para os presentes, parte da experiência que absolveu ao longo de sua vida em determinado tema, elogie os organizadores e também a finalidade do evento, parabenize se possível todas as autoridades que compõem a mesa porem se o numero for excessivo, fale apenas do principal em nome do qual parabeniza as demais autoridades, tanto as que compõem a mesa como as que se fazem presentes.

Fale um pouco mais do orgulho que você tem, de poder estar participando de evento tão importante e logo em seguida descreva com ênfase seus objetivos com a sua apresentação, de modo que todos fiquem esperando a mesma ocorrer para obterem os conhecimentos que você estará lhes transferindo.

Pratique seu discurso: em casa ou onde você se sentir confortável: na frente de um espelho, com sua família, amigos ou colegas. Use um gravador e escute sua voz. Grave sua apresentação e analise-a. Saiba quais os pontos fortes e fracos de sua fala. Enfatize seus pontos fortes durante sua apresentação.

A expressão corporal é muito importante: Andar, mover-se,  usar o gesto de mão apropriado ou expressão facial pode fazer uma grande diferença em termos de apresentação, mas requer treino e sobriedade. A ausência de expressão corporal irá cansar sua platéia, por outro lado, o excesso irá irritá-los e distraí-los. Uma boa forma de treinar, para os que não possuem mestre, é discursas perante espelhos ou filmar sua performance lembre-se que temos na platéia pessoas auditivas, sinestésicas e visuais.

Varie o tom de sua voz: dramatize-o caso necessário, de acordo com o conteúdo do que está sendo falado. Você pode treinar isso usando um pequeno gravador ou mesmo seu microcomputador. Se um microfone está disponível, ajuste e adapte sua voz de maneira adequada. Nem alto demais (irritante), nem baixo demais (cansativo) preocupe-se com isto antes de iniciar sua apresentação para evitar ajustes no meio da mesma, teste a voz, o retorno, consulte a platéia para saber se estão lhe ouvindo bem, interaja com a mesma para quebrar o gelo.

Se vista apropriadamente para a ocasião: Evite roupas ou acessórios chamativos, quer em termos de cores (gravatas, ternos), como de "design" (saias muito curtas, calças justas). Seja solene se seu tópico é sério. Apresente a imagem desejada a sua audiência. Acima de tudo, transmita confiança no olhar. O primeiro a "comprar" sua idéia deve ser você mesmo, e isto deve ficar claro em seu olhar. Porém, evite que tal olhar transmita orgulho ou arrogância.


Use recursos audiovisuais, mas somente quando apropriado e necessário: (não faça isso, por exemplo, numa fala curta de 5 minutos). Domine o uso do software de apresentação tal como PowerPoint bem antes de sua apresentação. Mas, acima de tudo, não se transforme num "leitor de powerpoint", pois as pessoas sabem ler também e sua presença no recinto (simplesmente lendo as telas) seria dispensável. Use o audiovisual para "realçar" o principal (sua fala), não para substituir o orador.

Ainda quanto a equipamentos de apoios, visual (projetores, flip-chart, data show, etc.) ou não (microfone, pedestal, caixa de som), assegure-se com boa antecedência de que tudo está funcionando e na ordem correta. Não há nada mais irritante do que perder tempo em razão da desorganização alheia.

Analise sua platéia: Ao falar, olhe para porções diferentes da platéia, sempre observando um ouvinte diferente por vez. Evite olhar fixamente nos olhar de ninguém da platéia isto poderá lhe desconcentrar, fixe seu olhar na platéia como um todo. Verifique se eles estão atentos e interessados. Se for o caso de desinteresse, use algum tipo de pergunta para um ouvinte, de modo a trazê-lo para "dentro da comunicação", algo como "... e você, qual sua opinião sobre esta parte do assunto?". Mas faça isso com um sorriso nos lábios e calma, nunca de maneira impositiva.

Use anotações pessoais com inteligência: usá-las é aceitável quando se tratarem de "tópicos" ou "lembretes" de dados técnicos, roteiros para não inverter um assunto ou antecipar outro, evite responder perguntas que se referem a temas diversos ou que sejam alvo de explanação futura, mais não seja indelicado para com quem formulou a pergunta se possível responda com elogios que a mesmo está antecipando sua apresentação em caso de perguntas fora do tema diga que no final da apresentação estará a disposição para tirar também algumas duvidas que não faça parte do tema, isto lhe ajudará a cumprir sua apresentação no tempo programado.

Fique atento aos tópicos de sua apresentação, pois tópicos são palavras-chave que te fazem relembrar o assunto a ser falado, e nunca trechos inteiros de uma fala. A idéia é você "bater os olhos" rapidamente no papel, sem pausas, e continuar a sua fala. Não há nada pior que um "orador" que fica lendo seu discurso/palestra, pois há a impressão de que o mesmo não sabe do que está falando.

Prepare-se com antecedência para perguntas: acima de tudo, imagine quais seriam as melhores respostas. E, muito importante, não importa o quão agressiva seja a pergunta (por motivos pessoais ou políticos, por exemplo), sempre responda com calma e tranqüilidade. Uma maneira interessante de fazer isso é imaginar: "se eu fosse meu adversário, que perguntas ou críticas eu faria para me derrubar?".


Respeite o tempo das pessoas: Fale o necessário e vá direto ao assunto. Nos dias de hoje, o ser humano vive em função do tempo. Se a sua platéia perceber que você está "esticando o assunto" ou entrando em análises não essenciais ao assunto, certamente se dispersará e você, mesmo sem perceber, estará falando sozinho.

Tenha objetividade na fala: Ou seja, cada fala tem que produzir algo. Pergunte-se sempre, antes de falar, o que desejo provar/demonstrar com minha fala? Quais são os pontos que desejo que minha platéia memorize?

Treine o final: Evite os famigerados  "...gostaria de agradecer a presença de todos... ", "...era isso o que havia para ser dito...", etc. O final, por certo, é a parte mais difícil do discurso,  e mesmo oradores experientes cometem erros nessa área, quer  "passando do final" (quando se fala mais do que deve), quer por laconismo. Uma técnica simples consiste em fazer um resumo dos 2 ou 3 principais argumentos, algo como "...finalizando, podemos afirmar que o projeto é viável em razão do argumento A, B e C...".  Porém, não se fixe apenas nesse tipo de final. Compre alguns livros de discursos e estude as diversas finalizações, serão úteis a você.

 

Formulário de Inscrição
coluna Nome   coluna
E-mail  
 
Município Estado
Telefone  
 
Observação  
 

Regulamento:


De acordo com o Regimento Interno da CESB – Confederação do Elo Social Brasil devidamente normatizado através de termo próprio no programa de Socialização e Profissionalização a confirmação de datas para realização dos cursos estão sujeitas ao numero mínimo de participantes no local pretendido.

 
   
Movimento Passando o Brasil a Limpo Ouvidoria