É importante falarmos primeiramente sobre as responsabilidades inerentes ao cargo aqui referenciado, e não podemos ter na gerência alguém desprovido das qualificações básicas que a função requer, sob pena de seguirmos as pegadas de alguns órgãos públicos que, para ostentar um cargo de gerente, basta ser “amigo” ou “apadrinhado” por alguém.

Entendemos que, embora algumas pessoas já nasçam com algumas habilidades voltadas para a liderança, qualquer um que esteja interessado em crescer profissionalmente pode adquiri-las e desenvolvê-las.

Para assumir uma gerência no CSRP, necessário se faz primeiramente que esteja preparado para ocupar tal cargo, e essa aprovação deverá ser feita pelo diretor da pasta que responderá hierarquicamente por falhas de seus gerentes.

O gerente deve ser capaz de influenciar positivamente a equipe, ser inovador, agir de forma transparente e saber se comunicar de maneira clara e objetiva (mas também ter a humildade de reconhecer suas falhas). São habilidades fundamentais que devem ser encontradas em todo bom gestor.

Deverá também o gerente continuar estudando para se manter atualizado em sua área de atuação, e pensando nisso pontuamos algumas habilidades que ele deverá ter e manter, pois, caso venha a perder essas habilidades deverá ser substituído pelo seu diretor gestor:

  1. – Deve saber motivar seu pessoal e delegar tarefas, visto que pessoas centralizadoras costumam ser improdutivas;

  2. – Deve ser alguém que se preocupe com as relações humanas que acontecem dentro de seu ambiente de trabalho influenciando seus colaboradores a se manterem motivados e entusiasmados com o resultado de seus trabalhos, em especial com seus planos de carreira.

  3. – Deve gostar do trabalho que realiza;

  4. – Precisamos ainda que esses gerentes tenham as habilidades que passamos a relacionar:

 

a) – Comunicação (é muito importante que o gerente tenha facilidade de se comunicar, já que será o elo entre a equipe de trabalho e a diretoria responsável);

b) - Habilidades técnicas na área em que irá gerenciar, pois sem conhecimentos específicos do segmento no qual atua, não poderá direcionar o bom trabalho de sua equipe;

d) - Ser capaz de delegar atividades. Delegar não quer dizer que estará se livrando de responsabilidades. Isso mostrará para a sua equipe que você confia na capacidade deles de executarem algumas tarefas sem que precise ficar o tempo todo por perto;

e) - Exercer a liderança pelo exemplo. Como um bom gestor, você tem que ser um exemplo a ser seguido. Isso exige muito cuidado com suas atitudes e ações, agindo assim de forma transparente e honesta, sempre de acordo com os valores e a cultura organizacional da CESB, já que todos estão de olho na imagem profissional que você transmite.
Deverá ter também humildade para ouvir críticas e não somente elogios, e reconhecer os momentos nos quais precise de ajuda.

Deverá admitir quando estiver errado e demostrar que você está disposto a aprender e corrigir suas deficiências profissionais;

f) – Deverá ser dotado de Capacidade de gerenciar conflitos.
Em uma equipe você terá pessoas trabalhando juntas que carregam histórias de vida e experiências diferentes. Em algum momento, certamente acontecerão divergências. O gestor não pode deixar que elas desestabilizem o grupo emocionalmente e atrapalhem o bom andamento do trabalho. Nessa hora, a empatia é essencial. Saber se colocar no lugar do outro, ouvir cada ponto de vista — sem tomar parte de algum lado — e chegar a uma solução para a questão exige calma e paciência. O objetivo tem de ser alcançado, então, a solução precisa ser a melhor para a Instituição, sempre;

g) Deverá também o gerente ser dotado de Proatividade. Não podemos ter na gerência das unidades do CSRP o tipo de pessoa que só fica na cadeira cobrando resultados e esperando que o trabalho seja feito. O gestor de sucesso é aquele que está junto à equipe, motivando, sugerindo soluções, trazendo inovações e sendo criativo e participativo.
Não podemos ter em nossas gerências pessoas que esperam que os problemas apareçam, mas sim aquelas que tem o poder de antecipá-los, pessoas preparadas para tomarem decisões rápidas e eficientes.

 

Agora que você já sabe quais habilidades deverá ter para ostentar ocupar o cargo de gerente dentro da estrutura das unidades dos CSRPs, só se proponha a o ser se estiver preparado para exercê-lo.

GERÊNCIAS

O que é necessário para ser um gerente?

É importante falarmos primeiramente sobre as responsabilidades inerentes ao cargo aqui referenciado, e não podemos ter na gerência alguém desprovido das qualificações básicas que a função requer, sob pena de seguirmos as pegadas de alguns órgãos públicos que, para ostentar um cargo de gerente, basta ser “amigo” ou “apadrinhado” por alguém.

Entendemos que, embora algumas pessoas já nasçam com algumas habilidades voltadas para a liderança, qualquer um que esteja interessado em crescer profissionalmente pode adquiri-las e desenvolvê-las.

Para assumir uma gerência no CSRP, necessário se faz primeiramente que esteja preparado para ocupar tal cargo, e essa aprovação deverá ser feita pelo diretor da pasta que responderá... 

continuar lendo